Este fim-de-semana fiquei a saber que em vez de um filho, afinal tenho dois. O mais novo, de apenas um ano, tem quatro patas, um pelo que o aproxima de uma ovelha e uma personalidade cativante.
E eu, que nunca tive um animal de estimação enquanto crescia, finalmente percebo o que os muitos estudos feitos sobre o impacto dos amigos de quatro patas nas crianças querem dizer. O Flapi é mais do que um cão. Para o G., ele é mesmo um irmão.

Anúncios