Sentado à mesa do jantar, olhava fixamente o prato de sopa que lhe tinha colocado à frente.
– Não quero sopa hoje – disse.
– Porquê?
– Por motivos pessoais.
E mais não disse. Escusado será também dizer que a comeu. Toda.

Anúncios